APOSTOLADO DA ORAÇÃO

logo_ao_0250-1.png

Tem por objetivo conduzir seus membros a uma sólida piedade tendo por carisma o culto especial ao Sagrado Coração de Jesus, a vivência da Eucaristia, a devoção a Maria Santíssima e ao Espírito Santo, como meio de transformação da própria vida e da comunidade por meio de súplicas e reparação, e as orações segundo as grandes intenções da Igreja.

Coordenação Atual

  • Maria Pastora

  • Maria dos Remédios

Adoração

Hora Santa - 1ª Sexta-feira do mês na Capela às 17h, seguindo com Santa Missa em Honra ao Sagrado Coração de Jesus

 

Reuniões

Toda última Sext-feira do mês às 17h, sala 03

Era o dia 03 de dezembro de 1844, na pequena cidade francesa de Vals, os jovens jesuítas no seminário estão positivamente inquietos com a testemunho dos missionários vindos do sul da Índia e da África. Depois de ouvirem atentamente os relatos e notarem a grande necessidade dos lugares de missão, sonham em ir logo para lá.

O Pe. Francisco Xavier Gautrelet que os acompanha lhes recorda a necessidade de concluir primeiro a formação para depois partir em missão e lhes propõe um movimento de oração pessoal e comunitária, qual seja, oferecer a vida diariamente pela missão da Igreja. Daí nasceu o oferecimento diário, que é o modo de oferecer tudo ao Senhor. São convidados também à revisão de vida para perceber todos os dias por onde Deus lhes está conduzindo.

(...)

No ano de 1880, o Papa Leão XIII pediu ao Apostolado da Oração a terceira atitude diária – rezar pelas intenções de oração! A partir daí surgiram as três atitudes que são: oferecimento do dia, rezar pelas intenções do Papa e avaliação diária de vida. Isso tudo para ajudar a missão da Igreja. Trata-se, portanto de um programa de vida, um caminho do coração, que nos mantém conectados com o Coração de Jesus para servir ao coração do mundo que sofre. O missionário é aquele que sempre está atento às necessidades de Cristo neste mundo. A força da oração ajuda muito a missão.

(...)

Assim sendo, o Apostolado da Oração é um modo de ajudar diariamente a missão de Cristo na Igreja através oração e da revisão de vida. Sendo missionário desde o lugar onde estou. Não é preciso ir para o lugar da missão para me sentir participante e responsável pela missão. Sou chamado a ser missionário onde estou: minha casa, minha família, meu trabalho, minha escola, meu grupo eclesial, meu grupo de amigos.

 

O Apostolado logo se espalhou por todo o mundo e chegou ao Brasil através de dois missionários jesuítas. O Pe. Bento Schembri, fundou em Recife o 1º centro do AO em 1867 e poucos anos depois em 1871, em Itu, o Pe. Bartolomeu Taddei fundou o centro do AO que espalhou ramos por todo o país. Por essa razão, o Pe. B. Taddei é considerado o fundador e o propagador no Brasil. Nomeado Diretor Nacional, Pe. Taddei estendeu o AO a todos os estados, de tal forma que o Cardeal D. Sebastião Leme afirmou que o “renascimento espiritual do Brasil é obra do AO”.   

Fonte: https://aomej.org.br/historia

13442632_821673317966167_436503127450392